Debate

Debate

Debate

CIESP Guarulhos debate Transição entre Gerações em Empresas Familiares

Na tarde do dia 20 de junho o CIESP Guarulhos, através do seu Núcleo de Excelência Operacional (NEXO), realizou o Painel de debate: A Transição Para os Jovens da Nova Geração.
O evento, que reuniu diretores de empresas acompanhados de seus filhos, discutiu as tendências da transição entre gerações em empresas familiares.

João Câncio, diretor da XYZ Consultoria e coordenador do NEXO foi o mediador do Painel, que contou com a participação do indústria e diretor do Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria da Fiesp, Augusto Boccia, apresentando sua trajetória de empresa familiar na São Rafael, fabricante de câmaras frias.

Depois, Marcelo Paranzini, gerente regional do Sebrae Guarulhos, apoiador do evento, contribuiu com comentários e disponibilizou uma metodologia de diagnóstico empresarial.

Alice Belinello, socióloga e coach empresarial, abriu o debate com o cenário de mudanças na sociedade familiar e sucessão das gerações.

E o painel também contou com a apresentação de Costábile Matarazzo, que falou sobre o programa de aceleração de maturidade para jovens da nova geração, “uma abordagem prática para projetos reais com foco em resultados”.

Durante o debate os diretores de empresas colocaram pontos de vista diferentes e complementares.

Leonardo da ETA Engenharia, disse que o evento despertou ainda seu interesse pelo tema.
Alexandre, diretor comercial da São Rafael afirmou que o debate foi muito aprofundado.

Valdir Carleto, diretor da Revista Guarulhos, destacou ter gostado da leveza com que o tema foi tratado, “temos que aprender as inovações que os jovens podem trazer e usar nossa experiência para errar menos”.

Fábio Ghellere da Fibrasil comentou que “o processo de transição e sucessão requer muito aprendizado e maturidade. Esse debate demonstrou que o assunto tem que iniciar logo e começou hoje”.

Willy Lehmann Andersen, da Danflow, declarou, “foi ótimo vir com meu filho, ouvimos dilemas que são muito comuns para nós também”.

Segundo João Câncio, o tema da transição pode ser feito de maneira organizada sem conflitos e de forma natural para os membros da família. “Temos ainda muitos assuntos que não foram tratados nesse painel. Acho que vamos ter que pensar em outros momentos para amadurecer outros dilemas da empresa familiar”.

Imprensa

Close