100 dias de governo

100 dias de governo

100 dias de governo

Guti apresenta balanço dos 100 primeiros dias à frente da Prefeitura de Guarulhos

 

O prefeito de Guarulhos, Guti, apresentou na manhã desta terça-feira, dia 11, durante entrevista coletiva, no auditório do Paço Municipal, um panorama dos 100 primeiros dias de governo. Durante duas horas ele falou para uma plateia lotada sobre o cenário encontrado, quando assumiu a administração, sobre os avanços e destaques do período, além de relacionar algumas metas para o primeiro ano de gestão. Também foram convidados para a mesa os secretários Alexandre Zeitune (vice-prefeito e secretário de Educação, Cultural, Esporte e Lazer); Carlos Eduardo Soler (secretário de Governo); Telma Cardia (secretária do Trabalho); Vera Souza (coordenadora de Políticas para Mulher); Eduardo Carneiro (Líder da Bancada do Governo na Câmara Municipal) e o chefe de Gabinete (Jurandir Pereira)

A Imprensa participou em peso da coletiva do Guti

Na abertura do encontro, Guti fez um "raio-x" dos problemas herdados da gestão anterior e um detalhamento da dívida do município, que segundo ele, representa cerca de dois orçamentos anuais. “A dívida atual é de R$ 7,4 bilhões; sendo R$ 2,9 bilhões do SAAE para pagamento da Sabesp; R$ 1,4 bilhão referente a previdência e INSS; e R$ 1,3 bilhão de dívidas de exercícios anteriores a 2016; além de R$800 milhões em precatórios; R$ 450 milhões para a Proguaru e R$ 560 milhões em demais pagamentos e juros”, esclareceu.

Ao cenário caótico soma-se ainda 11,6 milhões em aluguéis atrasados, uma dívida de R$ 74 milhões só em insumos de medicamentos; 10 mil crianças sem creche; apenas 2% de esgoto tratado; rodízio de água de até 32 horas; estrutura administrativa inchada com 32 secretarias e coordenadorias.

Antes de falar sobre os avanços e conquistas, alcançados em apenas 100 dias, o prefeito lembrou que tem vivido dias de muito trabalho. "Até   aqui, temos trabalhado sete dias por semana, todos os sábados, todos os domingos. Quero agradecer a dedicação dos secretários, das equipes e principalmente dos guarulhenses, que têm se dedicado muito. Afinal, entendemos que para colocar Guarulhos para voar é necessário muito trabalho. ”

O vice-prefeito Alexandre Zeitune fez questão de ressaltar os desafios e destacou o compromisso com as expectativas da população. “Muitos são os desafios, temos muitas tarefas pela frente, mas precisamos perguntar à sociedade: Qual é a cidade que queremos? Precisamos construir uma política pública que está sendo clamada pela sociedade. E, temos que entender que a cidade é maior do que pequenos grupos ou interesses. Quem manda na cidade é o povo de Guarulhos”, enfatizou.

Destaques dos 100 primeiros dias

O prefeito Guti aproveitou para apresentar alguns avanços em áreas importantes, como a educação, onde mais de 114 mil alunos da rede já receberam os kits escolares. Desse total, 50% receberam os uniformes, o restante está previsto para ser entregue até o final de abril; 218 toneladas de leite já foram entregues a 108 mil crianças; a escola 360 foi implantada em 40 unidades; regularização dos pagamentos das escolas conveniadas e a escolha de Guarulhos pela Fundação Lemann para receber consultoria na gestão de aprendizado.

Na área de finanças, a prefeitura economizou cerca de R$105 milhões devido a revisão de aluguéis e a entrega de imóveis locados; e o não repasse de dinheiro público para o Carnaval, garantindo uma contenção de despesas de R$1,4 milhão. De acordo com Guti, a solução para a área da cultura já está ocorrendo com a capacitação destes carnavalescos para eventos mais sustentáveis. Outra economia veio da redução de 32 para 20 pastas, entre secretarias e coordenadorias, resultando numa redução de 39% de comissionados. A projeção é de uma economia de R$ 233 milhões em quatro anos.

Na área da saúde, ocorreu a recente inauguração da UBS Jardim Primavera; ampliação de cinco para 17 o número de núcleos de apoio às famílias; inauguração do Centro Multiprofissional para Pessoas com Deficiência (Campd); liberação de verbas repassadas pelo Governo Federal e aumento das equipes de assistência domiciliar.

Também foram destacados: redução do rodízio de água, com a expansão do abastecimento em praticamente 60% do município; as revitalizações que aconteceram no ginásio Fioravante Iervolino, João do Pulo e Ponte Grande, possíveis graças ao envolvimento da comunidade, por meio de doações e mão de obra, a chamada zeladoria colaborativa, que também aconteceu em forma de mutirões nos Parques da cidade (Bosque Maia, Lago dos Patos, Chico Mendes e Fracalanza). O prefeito falou também sobre as doações feitas por empresas, hotéis e associações da cidade, que vão garantir calçamento de vias, material para o albergue e alimentos para o Fundo Social.

A conclusão das obras da Ponte da Vila Any, a desapropriação de terrenos para as obras do Trevo de Bonsucesso, implantação de terminais de recarga de bilhete único, reabertura da Escola Mirim Ayrton Senna, a retomada do projeto Adote uma área Verde e Programa Mãos a Obra, com calçamento de vias também fizeram parte das ações desenvolvidas nestes primeiros 100 dias de governo.

Avanços e Metas

Nesses primeiros meses, a prefeitura implantou o Via Rápida, em conjunto com o governo estadual e diminuiu de seis meses para até 48 horas a abertura de empresas de baixo risco. Em uma semana, foram abertas 150 novas empresas. Nesse período, houve o lançamento do Aprende – apoio regionalizado para o empreendedor, a 5ª edição do SP Export, com a participação de 500 empresas e a criação do Caderno Econômico; além da realização do Experimenta Saúde, com 480 atendimentos realizados no último final de semana.

Muitas foram as conquistas, a cidade conseguiu a Certidão Negativa de Débitos, entregou 560 moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida e outras 2.500 unidades deverão ser entregues em breve. Na área da segurança, houve aumento no patrulhamento escolar em 54,7% e o de áreas públicas em 23,17%.

Para o primeiro ano de governo, as metas são ampliar o tratamento de esgoto para 8%, zerar o déficit de vagas em creches; implantar Escola 360 em 70% da rede, fazer a revisão do Plano Diretor da cidade, revisar a lei de micro e pequenas empresas, criar nova lei de incentivos fiscais, contratar arte-educadores, viabilizar o programa de moradias transitórias; entregar de 80% do Trevo de Bonsucesso; transformar o PA Paraíso em UPA, viabilizar o Ame Mais e criar o Cemeg Cumbica.

 

PMG

Fotos: Sidnei Barros

Imprensa

Close